Terça-feira, 30 de Novembro de 2021
Telefone: (54) 3383 3400
Whatsapp: (54) 9 9999-7374
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
26°
15°
20°C
Espumoso/RS
Tempo limpo
No ar: Café da Líder
Ao Vivo: Café da Líder
Bom Dia Líder

Colheita do trigo no RS é aberta oficialmente em Cruz Alta

Colheita do trigo no RS é aberta oficialmente em Cruz Alta
19.10.2021 07h19  /  Postado por: Roger Nicolini

Com boas perspectivas de produtividade, Cruz Alta sediou na manhã desta segunda-feira, 18, a Abertura Oficial da Colheita do Trigo no RS. O evento que, também integra as comemorações dos 200 anos do município, desta vez, foi realizado na Fazenda Santa Terezinha, da Sementes Aurora. A solenidade contou com a presença da Secretária Estadual de Agricultura, Silvana Covatti, Senador, Lasier Martins; Deputado Federal, Pedro Westphalen; Presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, Gabriel Souza; Deputado Federal, Bibo Nunes e Presidente da Câmara Setorial do Trigo, Hamilton Jardim.

A Prefeita Paula Rubin Facco Librelotto, lembrou que o evento, comemorativo ao aniversário de Cruz Alta, enaltece a riqueza natural do município. “Somos o município com a maior irrigada do Rio Grande do Sul, e o trigo, não é só mais um cereal, mas, sim, ele é o que faz o principal alimento do nosso mundo hoje: o pão. Agradeço a todos que prestigiam este evento, entre produtores, empresários, entidades civis e militares. É aqui que muita tecnologia tem sido feita e levada por todos os lados. Respeitamos do pequeno ao grande profissional ligado a esta área”.

Segundo Silvana Covatti, Secretária de Agricultura, a cultura do trigo é tradicionalmente a mais semeada no RS, e neste ano devemos ter a maior produção desde 1977. “É uma responsabilidade imensa estar representando o nosso Governador Eduardo Leite, um homem sensível a produção do estado.  Cerca de 40% do PIB do RS provém do agronegócio e nós queremos ser grandes promotores de políticas públicas, tornando o nosso estado um grande produtor”.

De acordo com Moacir Magalhães Medeiros, Presidente da XVI Fenatrigo, este evento muito nos anima, significando a retomada após a pandemia. “Este é um momento ímpar. Lembro que a Fenatrigo não parou durante este período de pandemia e temos grandes expectativas para a Feira de 2022, agendada para 18 a 22 de maio de 2022. Agradeço, em especial, a Sementes Aurora”.

Mauro de Bortoli, da Sementes Aurora, manifestou a sua felicidade e orgulho em estar recebendo este grande evento. “O trigo faz parte de nossa história desde o final da década de 60, sendo extremamente importante para nós”.

O Presidente da Câmara Setorial do Trigo, Hamilton Jardim, falou sobre a necessidade de se falar na cadeia produtiva das culturas de inverno. “Ainda dependemos de grande parte de trigo importado, quando temos condições de produção em nossas coxilhas. Tenho certeza que nós rapidamente vamos transformar o nosso País em grande importador das principais culturas que produz e, quem sabe, autossuficiente”. Ainda, Hamilton disse que a Câmara busca fazer o possível em termos de políticas públicas, contribuindo com toda a cadeia. “Contem conosco para a Fenatrigo, em maio do ano que vem”.

Bibo Nunes, Deputado Federal, destacou a importância da Abertura da Colheita do Trigo neste ano em que Cruz Alta completa 200 anos. “Cada um de vocês está fazendo parte da história do trigo no município de Cruz Alta. Desde criança, orgulhava-me quando dizia que eu sou da capital nacional do trigo. Estou imensamente feliz em ver este movimento em Cruz Alta, dando o espaço que o município merece. Com certeza, vamos voltar a ser a capital nacional do trigo”.

Para Gabriel Souza, Presidente da Assembleia Legislativa do RS, a Fenatrigo é um importante evento para o agronegócio. “O nosso desejo é que o setor de eventos volte a fazer grandes encontros. Esta retomada é fundamental, pois também incentiva a assuntos como é o caso do trigo, hoje em pauta aqui”. Ele lembrou que a expectativa é de uma excelente safra, o que demonstra a importância da cultura para a economia do RS. “O trigo, já contava Erico Veríssimo, faz parte da cultura do RS”.

Pedro Westphalen, Deputado Federal, ressaltou que o evento, faz parte de um momento político. “Precisamos valorizar a importância dos políticos neste evento, pois eles são fundamentais para fomentar o debate e a busca por melhores políticas públicas. Nos sentimos orgulhosos em receber estas pessoas que tanto nos têm ajudado, principalmente neste momento tão difícil pelo qual estamos passando. Destaco, principalmente, o trabalho dos produtores rurais”.

O Senador, Lasier Martins, falou sobre o seu orgulho em estar participando da Abertura da Colheita. “Em um momento de alta cotação, estamos produzindo uma grande safra de trigo, não estando longe da metade da produção nacional. Hoje é um motivo de comemoração e de festa. Sou mais um dos operosos parlamentares do RS, e estamos em Brasília para prestar serviço em favor do povo brasileiro”.

Neste ano, a Abertura da Colheita trouxe mais uma inovação, com a apresentação de uma das maiores evoluções tecnológicas do setor agrícola, a Flexer XS 62 pés, da GTS, que é comprovadamente a maior plataforma de corte do mundo, capaz de colher em condições normais de operação até 120 hectares por dia, o que representa mais de 500 toneladas de grãos em um único dia de trabalho.

 

NÚMEROS

Em Cruz Alta, existem 23 mil hectares cultivados com o grão, o que representa um aumento de cerca de 30% em relação a área plantada no ano anterior. De acordo com a engenheira agrônoma da Emater/RS-Ascar, Larissa dos Reis, as condições climáticas, até agora, têm sido favoráveis à cultura do trigo no município. A expectativa é que sejam colhidos três mil quilos por hectare.

A colheita de trigo no Rio Grande do Sul, segundo maior produtor do cereal no Brasil, deve alcançar 3,59 milhões de toneladas em 2021, conforme estimativas da Emater-RS ao elevar sua projeção ante os 2,89 milhões estimados em junho. Em comparação com os 2,1 milhões de toneladas do ano anterior, a empresa de extensão rural prevê um salto de 70,95%. A área total cultivada também foi revisada para cima, a 1,17 milhão de hectares, versus 1,08 milhão de hectares da primeira estimativa, disse a Emater em nota. A produtividade da cultura deve ser a terceira maior desde 2013, atingindo 3 toneladas por hectare, acrescentou a empresa.

O Brasil permanece na 16ª posição no ranking dos maiores produtores mundiais, com produção estimada pelo USDA de 5,2 milhões de toneladas de trigo. Os cinco maiores produtores mundiais são a União Europeia (154 milhões/t), China (133,5 milhões/t), Índia (103,6 milhões/t), Rússia (73,6 milhões/t) e Estados Unidos (52,2 milhões/t).

O Brasil é importante produtor mundial, com produção estimada pela Conab de 6,8 milhões de toneladas de trigo em 2021.

PREÇO DO TRIGO

Outro fator responsável por gerar bastante otimismo entre os produtores é o preço atual pago pela saca de trigo. De uma média de R$ 45,00 a saca, a cotação saltou, nos últimos meses, para R$ 80,00.

FONTE E FOTO: ASCOM PREFEITURA DE CRUZ ALTA

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.