Segunda-feira, 27 de Setembro de 2021
Telefone: (54) 3383 3400
Whatsapp: (54) 9 9999-7374
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
25°
12°
15°C
Espumoso/RS
Tempo limpo
No ar: Super Parada
Ao Vivo: Super Parada
Bom Dia Líder

Programa BRDE Labs inicia aceleração de 14 startups gaúchas

Programa BRDE Labs inicia aceleração de 14 startups gaúchas
27.08.2021 06h38  /  Postado por: Roger Nicolini

As 14 startups que terão seu desenvolvimento acelerado no programa BRDE Labs 2021 foram anunciadas nesta quinta-feira (26/8). A iniciativa do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) tem a Universidade Feevale, por meio do Feevale Techpark, como responsável pela metodologia e a condução dos trabalhos nesta segunda edição do programa.

O evento de lançamento, no HubOne da Feevale, em Porto Alegre, com transmissão ao vivo pelo Youtube, contou com a presença do governador Eduardo Leite; do secretário de Inovação, Ciência e Tecnologia, Luís Lamb; da presidente do BRDE, Leany Lemos; do reitor da Feevale, Cleber Prodanov; da diretora de Inovação da universidade, Daiana Monzon, e parceiros do ecossistema de inovação.

Neste ano foi introduzida uma inovação: empresas clientes do BRDE participam desde o início da aceleração na condição de âncoras, contribuindo com sua experiência para identificar gargalos e propor os desafios a serem solucionados pelas startups. São elas: CCGL, Coagrisol, Fida, Santa Casa de Porto Alegre e Xalingo. A aproximação das startups com empresas já consolidadas no mercado é um dos aspectos mais relevantes do BRDE Labs.

Das 66 propostas inscritas, foram selecionados 15 projetos das áreas de saúde, tecnologia da informação, agronegócio, IoT (internet das coisas) e indústria 4.0, dos quais 14 participarão do processo de aceleração.

As startups são as seguintes: 2metric, Agidesk, AlterVision, Crops Team, Goclin, Latos, MaxxIntelli, NeedDigital, Nurseme, Pix Force, Prosumir, StartLearning, Zeir e Ziel, tendo a AuRos Robotics ficado como suplente, podendo assumir uma das vagas em caso de desistência de alguma selecionada.

A etapa de aceleração se inicia em 31 de agosto e termina em 21 de dezembro, durante o evento BRDE Labs Demoday. Durante esses quatro meses, as startups serão contempladas com as fases de validação, product market fit, go to market, crescimento e monitoramento, além de mentoria com especialistas, workshops de monitoramento e desenvolvimento, conexões e networking, com infraestrutura de apoio no Hub One Porto Alegre. Ao final do processo, os cinco melhores projetos acelerados receberão premiação em dinheiro.

Parcerias para fomentar a inovação

O governador Leite relacionou os desafios da inovação com o lema de governo. “Queremos falar de soluções, do que pode mover o Rio Grande do Sul para o futuro. Olhamos para o passado com orgulho do que fizemos, mas também para o presente com orgulho do que estamos fazendo, dos ecossistemas de inovação, das nossas universidades, do capital humano que o Estado tem e, a partir disso, das perspectivas e do futuro que a gente consegue enxergar. Por isso que a diretriz de governo, incluindo o BRDE, é de ser alavanca para potencializar e dar escala à inovação que vem da sociedade, de forma a gerar mais emprego, renda, movimentação da nossa economia e melhoria de vida da população”, afirmou.

O secretário Luís Lamb enfatizou o trabalho colaborativo em rede. “As parcerias, a concentração e as conexões que são realizadas são fundamentais. O que o BRDE e a Feevale estão fazendo aqui é uma demonstração da importância e da força das conexões. A ideia de cooperação e de construção é fundamental, pois os inovadores aprendem o conhecimento uns dos outros, em prol dos seus negócios individuais. É um conceito que faz com que todos cresçam juntos e que a economia apresente resultados mais acelerados”, disse.

A presidente do BRDE, Leany Lemos, destacou a parceria com a Feevale. “A inovação não é só acelerar os aprendizados do passado, nós precisamos ter as empresas mais maduras dando suporte e colocando os desafios, e resolver os problemas dentro da realidade. Então, o ecossistema do Rio Grande do Sul é um grande diferencial, é algo excepcional, os ecossistemas que temos aqui não existem em outros locais do país e há poucos na região da América Latina. O BRDE tem na sua missão o desenvolvimento econômico e social, e o apoio à política pública, portanto, não podíamos deixar de fazer as duas coisas ao mesmo tempo. A Universidade Feevale é uma parceira que venceu o processo e vai nos auxiliar”, disse a presidente do BRDE, Leany Lemos.

O reitor Prodanov falou sobre a importância se aproveitar a expertise de todos para o sucesso do programa. “Cada um sabe o que tem que fazer, cada um tem o seu papel na sociedade e a Feevale não é diferente. A universidade tem um conhecimento e o que temos visto, principalmente neste mundo pandêmico, é que vivemos a real necessidade, a urgência da acelerarmos o processo do conhecimento para chegar no cidadão. E esse conhecimento chega por meio da inovação, do movimento de empresa, da renda e de uma sociedade muito mais harmônica”, afirmou.

Startups participantes

  • 2metric: desenvolve um dispositivo que, por meio da medição de energia, identifica padrões de qualidade na água, permitindo o seu monitoramento em tempo real.
  • Agidesk: plataforma SaaS com modelo de receita recorrente, focada em gestão de atendimentos, processos e projetos.
  • AlterVision: o Google Analytics do varejo físico, fornece dados sobre clientes em espaços físicos por meio de inteligência artificial integrada a câmeras de segurança.
  • Crops Team: Best Cultivar é um sistema inteligente para auxiliar produtores e consultores na escolha da melhor maneira de cultivar a soja para cada lavoura.
  • Goclin: plataforma para gestão de clínicas e consultórios médicos, integrada às principais operadoras do Brasil.
  • Latos: tem o objetivo de aumentar a eficiência das indústrias por meio de ciência de dados e conhecimentos de engenharia.
  • MaxxIntelli: desenvolvimento de tecnologia para mapear, em tempo real, a melhor posição para placas solares, permitindo otimizar e reduzir custos na geração de energia.
  • NeedDigital: solução para o monitoramento ambiental (térmico) voltada à produção de farmacêuticos (termolábeis), automatizada e confiável.
  • Nurseme: plataforma digital que conecta profissionais de saúde a quem precisa de cuidados de saúde em domicílio.
  • Pix Force: interpreta imagens e vídeos automaticamente, de forma mais rápida e precisa do que a visão humana, utilizando a inteligência artificial aplicada à visão computacional.
  • Prosumir: desenvolve soluções inovadoras para transformar desperdício de energia em oportunidades, trabalhando com eficiência energética, energia renovável e cogeração.
  • StartLearning: plataforma de treinamento corporativo e gestão de aprendizado, ambiente focado para aperfeiçoar o processo de capacitação e o engajamento de equipes.
  • Zeit: entrega a qualidade do leite com apenas um toque, utilizando um dispositivo portátil conectado via Bluetooth com um celular, não necessitando de conexão com a internet para funcionar.
  • Ziel Biosciences: empresa voltada para pesquisa e desenvolvimento de produtos inovadores na área de oncologia e saúde da mulher.

Saiba mais em https://conteudo.feevale.br/lp-brde-labs

Texto: Ascom BRDE
Edição: Secom

 

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.