Sexta-feira, 18 de Setembro de 2020
Telefone: (54) 3383 3400
Whatsapp: (54) 9 9999-7374
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Ensolarado com muitas nuvens
23°
13°
21°C
Espumoso/RS
Ensolarado com muitas nuvens
No ar: Batidão da Líder
Ao Vivo: Batidão da Líder
Bom Dia Líder

14ª  Região Tradicionalista realiza encontro de patrões para discutir atividades campeiras

14ª  Região Tradicionalista realiza encontro de patrões para discutir atividades campeiras
11.09.2020 06h32  /  Postado por: Roger Nicolini

No próximo sábado, 12 de setembro, a 14ª Região Tradicionalista vai realizar na cidade  de Tapera o primeiro encontro presencial de patrões pós-pandemia. O evento acontecerá na sede do CTG Guido Mombeli e apenas um integrante de cada entidade poderá participar. Entre os assuntos estarão sobre os CTGS que não puderam realizar seus eventos este ano e a reorganização do calendário para a temporada 2021, como enfatiza em entrevista à nossa reportagem o coordenador da 14ª, Áureo Rodrigues.

O Movimento Tradicionalista Gaúcho do Rio Grande do Sul iniciou  a circulação da Cartilha de Atividades Campeiras. O documento conta com a chancela e aprovação do Governo do Estado e tem como público alvo as entidades filiadas que são realizadoras ou promotoras de atividades. O objetivo é informar e orientar sobre os protocolos de segurança e saúde que devem ser observados a partir da retomada das atividades, em outubro, nos municípios de bandeiras laranja e amarela. O coordenador da  14ª avalia a iniciativa das entidades da região fazerem suas programações.

Sobre a situação financeira das entidades, Aureo Rodrigues espera que a retomada aos poucos das atividades e ajuda do Governo Federal via Lei Aldir Blanc podem amenizar a questão.

O documento de liberação das atividades campeiras  pode ser acessado na íntegra aqui: https://bityli.com/WnyGS

Passo a passo

Para a liberação de atividade campeira, o promotor e/ou realizador deve seguir os seguintes passos:

  1. Elaborar o projeto com procedimentos a serem seguidos na realização do evento;
  2. Protocolar na Secretaria Municipal de Saúde ou Comitê Municipal de Gestão da Pandemia o projeto e o pedido de autorização para realização do evento;
  3. Após aprovado, apresentar as autorizações na Inspetoria Veterinária local, para cadastramento do evento.

FOTE: ASCOM MTG

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.