Quinta-feira, 23 de Janeiro de 2020
Telefone: (54) 3383 3400
Whatsapp: (54) 9 9999-7374
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Parcialmente nublado
27°
12°
18°C
Espumoso/RS
Parcialmente nublado
No ar: Top Líder - As Mais Tocadas
Ao Vivo: Top Líder - As Mais Tocadas
Notícias

RS suspende aplicação do agrotóxico 2,4-D até o fim do ano

RS suspende aplicação do agrotóxico 2,4-D até o fim do ano
04.12.2019 06h35  /  Postado por: Roger Nicolini

A aplicação do agroquímico 2,4-D será suspensa no Rio Grande do Sul até o dia 31 de dezembro, podendo ser revogada se os fiscais estaduais agropecuários encerrarem a greve antes do fim do mês. A decisão foi tomada nesta terça-feira (3) em reunião na Secretaria Estadual da Agricultura com grupo de trabalho formado por representantes de governo, Ministério Público (MP), produtores de grãos, indústrias químicas e fruticultores atingidos pela deriva do produto. No mesmo dia, foi divulgado o restante das análises laboratoriais feitas em 103 propriedades: das 143 amostras coletadas, 132 deram resultado positivo para presença do herbicida – 92% dos casos – em 41 municípios (veja lista abaixo).

A decisão será publicada no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira (4), quando entrará em vigor. A suspensão temporária foi recomendada pelo MP na última quinta-feira (28). A medida foi tomada em razão da greve dos fiscais agropecuários, iniciada na terça-feira (26), e também pela confirmação de novos casos de deriva. 

Jaguari, na região Central, é o município com o maior número de confirmações: são 27 no total, seguido de Dom Pedrito (7), Santiago (6), Santana do Livramento (5), Bagé (4) e São Sepé (4). Dos municípios com laudos positivos, 16 estão incluídos nas Instruções Normativas (INs) publicadas neste ano para tentar conter o problema.

Segundo o secretário estadual da Agricultura, Covatti Filho, a medida está vinculada unicamente à greve dos fiscais agropecuários – que prejudicou a fiscalização no campo.

Para o produtor Valter José Pötter, integrante da  Associação dos Produtores de Vinhos Finos da Campanha Gaúcha, a medida é importante porque ainda têm aplicações do produto sendo feitas no Estado, mas acabou vindo muito tarde – já que quase 80% da safra de soja já foi semeada.

– Além disso, a suspensão teve foco errado. Deveria ter sido pelo alto índice de contaminação, e não pela greve dos fiscais agropecuários – criticou Pötter.

Municípios com laudos positivos

Bagé, Bom Jesus, Cacequi, Cachoeira do Sul, Candiota, Caseiros, Dilermando de Aguiar, Dom Pedrito, Entre Ijuís, Hulha Negra, Itaqui, Ibiaçá, Jaguari, Jari, Lavras do Sul, Maçambará, Mata, Minas do Leão, Nova Esperança do Sul, Paulo Bento, Pirapó, Pinhal da Serra, Pinheiro Machado, Piratini, Protásio Alves, Rodeio Bonito, Ronda Alta, Santa Maria, Santana do Livramento, Santiago, Santo Ângelo, Santo Antônio das Missões, São Borja, São João do Polêsine, São Sepé, Sarandi, Silveira Martins, Sobradinho, Toropi, Vacaria e Viadutos.

Fonte e foto: Gaúcha ZH

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.