Terça-feira, 26 de Janeiro de 2021
Telefone: (54) 3383 3400
Whatsapp: (54) 9 9999-7374
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Alguns chuviscos
25°
20°
23°C
Espumoso/RS
Alguns chuviscos
No ar: Conexão Líder
Ao Vivo: Conexão Líder
Esportes

Guerrero diz que Inter está com a “faca entre os dentes” para conquistar a Copa do Brasil: “A única coisa que queremos”

Guerrero diz que Inter está com a “faca entre os dentes” para conquistar a Copa do Brasil: “A única coisa que queremos”
18.09.2019 05h53  /  Postado por: Roger Nicolini

O centroavante Paolo Guerrero foi o jogador do Inter escolhido pela organização da Copa do Brasil para conceder entrevista coletiva às vésperas da decisão da competição no Estádio Beira-Rio, que ocorrerá às 21h30min desta quarta-feira (18). Ao lado da taça de campeão e do troféu de melhor jogador do torneio, o peruano não ficou em cima do muro e respondeu todas as questões envolvendo o jogo mais importante do ano para o Colorado.

Em diversos momentos da entrevista, que durou quase 30 minutos, o atacante afirmou que a equipe de Odair Hellmann está “ansiosa” para o grande dia e revelou bastidores do vestiário um dia antes do confronto.

— Pelo que vejo no semblante de todo mundo, todos estão com muita vontade, muita ansiedade para que chegue o dia de amanhã. Como dizem aqui: com a faca entre os dentes. É uma revanche também, não queríamos ter perdido lá e aqui em casa temos a oportunidade de virar. Essa é a única coisa que a gente quer. Estamos muito ansiosos e muito confiantes, com muita vontade e com a faca entre os dentes para conquistar esse título — ressaltou, categórico, Guerrero.

A dúvida da partida por parte do Inter é a presença de D’Alessandro, que sentiu a coxa direita no último domingo (15). Concentrado, o argentino deve jogar, mas o técnico Odair Hellmann ainda faz mistério, já que fechou os dois últimos treinos. No entanto, Guerrero deixou escapar que todos do grupo estão em condições para a partida.

— Todo mundo está bem, graças a Deus. A gente sabe que o grupo tem de estar 100% para o jogo de amanhã. E, pelo que vejo, o grupo está bem e confiante — garantiu.

Com Guerrero sendo um dos principais nomes do Inter na temporada, a torcida nesta quarta-feira não se restringirá apenas a colorada. Os peruanos também estão ansiosos para mais uma final de Paolo, que reconhece com alegria o apoio de seu país natal.

— Estou muito agradecido pela expectativa da torcida do Peru, porque as pessoas me seguem e têm carinho enorme por mim. Essa vibração chega em mim dentro de campo, me dá muita energia — exaltou com um sorriso no rosto, ao responder a pergunta feita por um jornalista compatriota, antes de finalizar:

— Acabei de jogar a final da Copa América, e vou jogar mais uma final. Me sinto iluminado e feliz por estar passando por isso.

Para conquistar o bicampeonato, o Inter precisa obrigatoriamente vencer o jogo desta quarta-feira em Porto Alegre. Como o gol marcado fora de casa deixou de ser critério de desempate na Copa do Brasil, qualquer vitória colorada por um gol de diferença levará a decisão para os pênaltis. Uma vitória por dois ou mais gols garante o título para o Inter.

Confira trechos da coletiva de Guerrero

Sobre o jogo em casa
Acho que não é surpresa de que somos muito fortes em casa. Todo o adversário que vem no Beira-Rio, sofre. E o dia de amanhã vai ser um jogo com muito mais confiança, com muito mais decisão. A gente sabe que teremos nossa torcida à favor. Acho que a gente mantém essa tranquilidade porque sabemos que aqui a gente mira diferente. A gente tem essa confiança e esse apoio do torcedor. O dia de amanhã será um grande dia para nós. O grupo está muito motivado e confiante de que pode virar esse jogo. Agora é manter a calma, tranquilidade, descansar e acordar bem amanhã.”

Sobre o que o título representa para sua carreira
Representa muito. Desde que o dia em que eu cheguei ao Inter, cheguei pensando que seria lindo jogar aqui. Com esse estádio lindo, com essa torcida linda. Esse ano é iluminado depois de tudo que eu passei. Acabei de jogar a final da Copa América, vou jogar mais uma final. Me sinto iluminado e feliz por estar passando por isso. É agradecer a Deus, mas ainda faltam 90 minutos e estamos focados nesse jogo.”

Como se ganha uma decisão como o da Copa do Brasil
A gente tem o fator local, jogar em casa. A gente perdeu de visitante e vamos definir os 90 minutos em casa. Respeitamos muito o time do Athletico-PR, é muito qualificado, muito bom. Joga bem a bola. Eles começam a fazer seu jogo de trás, sem pressa. Mas o dia de amanhã vai ser diferente, porque é um campo muito diferente do deles. Estamos muito concentrados e esperamos que amanhã acabemos bem a Copa do Brasil levantando essa taça, que é linda!”

Sobre a postura do Athletico-PR no Beira-Rio
Isso eu não sei. Isso é o treinador deles que vai decidir isso. Nós temos que pensar em fazer nosso jogo como sempre, e os rivais sabem que é muito difícil jogar aqui.”

Sobre a mágica que acontece no Beira-Rio
“Acho que temos muita confiança em jogar na nossa casa. O apoio do torcedor ajuda muito, nos sentimos muito à vontade, conhecemos muito nosso campo. Então muda muito a atitude. Para nós é muito lindo ter essa oportunidade de decidir a Copa do Brasil aqui.”

Sobre a grande expectativa da torcida do Peru com essa final
Eu acredito que toda a final tem um pouco de ansiedade, porque queremos que o dia chegue logo. Estou muito agradecido pela expectativa da torcida do Peru, porque as pessoas me seguem e tem um carinho enorme por mim. Essa vibração chega em mim dentro de campo, me dão muita energia. Todas as finais são diferentes e cada uma marca história. A de amanhã vai ser especial porque é lindo decidir em casa com a nossa torcida.”

Sobre o Inter ser favorito
Não. No futebol não tem favorito, já disse isso muitas vezes. Para mim, isso está claríssimo. Temos um adversário difícil, mas o fator casa ajuda muito. Temos um jogo em casa onde a gente se empolga e tem muita confiança.”

Sobre a taça da Copa do Brasil
É linda, maravilhosa. Eu não quero nem tocar nela, porque se Deus quiser amanhã a gente conseguirá o nosso objetivo. A ansiedade tentamos controlar, mas corre nas veias e a gente tem de manter a calma porque só faltam horas para o jogo.

Sobre como recebe a pressão de marcar gols
Recebo essa carga muito bem. Mas todos também recebem e quando ganha, ganha o Inter. Todo mundo recebe essa responsabilidade. Todo mundo sabe o que fazer dentro de campo, dar o seu melhor. É ter tranquilidade, entrar no campo e fazer o que mais gosta.”

Sobre querer ficar marcado no Inter por títulos
Ah, muito né. Ganhar títulos é o que o torcedor mais quer, todos os companheiros querem ficar na história do clube com títulos. Amanhã temos essa oportunidade, de ficar marcados na história e vamos fazer o nosso melhor.”

Sobre a ansiedade pré-jogo
Falo por mim, eu sinto muita tranquilidade e calma. Minutos antes sempre tem um frio na barriga normal, mas quando se está no jogo você está de olhos abertos e isso passa.”

Fonte e foto: Gaúcha ZH

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.