Terça-feira, 13 de Agosto de 2019
Telefone: (54) 3383 3600
Whatsapp: (54) 9 9999-7374
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Chuvas esparsas
12°
13°C
Espumoso/RS
Chuvas esparsas
No ar: Especial Sertanejo
Ao Vivo: Especial Sertanejo
Polícia

Homem que confessou matar jogador de futsal estava com o atleta em festa de Erechim

Homem que confessou matar jogador de futsal estava com o atleta em festa de Erechim
11.08.2019 21h55  /  Postado por: Roger Nicolini

Pouco tempo antes de ser morto, o jogador de futsal do Corinthians, Douglas Nunes da Silva, de 27 anos, teria dividido com o algoz o camarote de uma casa noturna na região central de Erechim, no norte do Estado. Identificado por cinco testemunhas, o suspeito tem 25 anos e possui passagens por tráfico de drogas. Conforme o delegado José Roberto Lukaszewigz, o homem deveria estar em casa, pois cumpre prisão domiciliar por venda de entorpecentes.

O time paulista veio para a cidade gaúcha para disputar uma partida contra o Atlântico, na tarde de sábado (10), perdendo para o anfitrião por 5 a 3. Após o jogo, os jogadores permaneceram na cidade. Em depoimento à polícia, três atletas afirmaram que saíram do hotel por volta da meia-noite e foram em direção à casa noturna. Ao chegarem no estabelecimento, reservaram um camarote.

— Os jogadores ficaram bebendo, se divertindo. Algumas mulheres entraram no camarote e esse rapaz (o suspeito de atirar) também se juntou. Eles ficaram bebendo juntos — detalha o delegado.

Os atletas permaneceram  na casa noturna até por volta das 5h. Ao deixarem o local, aconteceu o primeiro desentendimento entre Douglas e o suspeito, próximo ao caixa. Segundo o delegado, houve luta corporal entre os dois e o jogador teria dado um soco no suspeito. Ainda não se sabe o que teria motivado a discussão. Em seguida, o homem deixou o local e voltou minutos depois, na carona de um Peugeot 207 branco.

Acompanhado de outras duas pessoas, o suspeito pediu para chamar um dos atletas do Corinthians. O colega de Douglas era conhecido em Erechim porque havia morado na cidade por quatro anos. O jogador se aproximou do carro. Em seguida, Douglas foi até lá para saber o que estava acontecendo. Segundo relato de outras testemunhas, ele estaria irritado e passou a ter a segunda discussão com o suspeito.

— Ele foi até o carro e o outro jogador tentou segurar Douglas. Estava fora de controle e colocou a cabeça dentro do veículo. Foi quando ocorreu o disparo — detalha o delegado.

A bala atingiu o jogador na mão direita e no rosto, próximo dos olhos. O delegado acredita que o atleta tenha tentado proteger a cabeça. O Corpo de Bombeiros foi chamado por policiais que estavam no local. O batalhão fica a três quadras do bar e dispõe de ambulância. Conforme o bombeiro Junir Scesny, quando o socorro chegou o atleta estava caído ao chão.

— Ele estava tendo uma parada cardíaca — conta o bombeiro, que junto com um colega começou a fazer massagem cardíaca, além de estancar o sangramento na cabeça.

O atleta foi levado até o Hospital Santa Terezinha, em Erechim, onde acabou morrendo. O atirador fugiu.

Douglas era pivô do time do Corinthians, teve passagens pela Seleção Brasileira e participava da Taça Brasil de Futsal. O atleta nasceu em São Caetano do Sul, interior de São Paulo, e em 2018, ingressou no Corinthians Futsal após jogar no Kairat, do Cazaquistão.

No time paulista, atuou em 56 partidas e marcou 21 gols. O atleta já tinha títulos da Liga Paulista, Super Liga, Copa Paulista, Copa do Cazaquistão e Eremo Cup.

Douglas é irmão do também pivô Betão, campeão mundial com a seleção brasileira em 2008 e atual jogador do Anorthosis.

Em nota, o Corinthians lamentou a morte:

“Sport Club Corinthians Paulista lamenta o falecimento do jogador Douglas Nunes, do time de futsal do clube, durante a madrugada deste domingo (11). Força aos familiares e aos amigos neste momento tão difícil.”  

Final de competição é adiada

A morte de Douglas adiou a final da Taça Brasil de Futsal de 2019, que ocorreria na tarde deste domingo em Erechim.  Segundo a Confederação Brasileira de Futebol de Salão, o jogo entre o Atlântico e a ACBF, de Carlos Barbosa, foi transferido para a próxima terça-feira (13) às 19h. O local da partida continua o mesma, no Ginásio do CER Atlântico.

NOTA OFICIAL DA TAÇA BRASIL DE CLUBES DE FUTSAL 

O Clube Esportivo e Recreativo Atlântico, de Erechim, através do seu Departamento de Futsal, clube que organiza a Taça Brasil de Clubes de Futsal 2019 junto com a Confederação Brasileira de Futebol de Salão, comunica, que em virtude do falecimento do atleta do Sport Clube Corinthians de São Paulo, Douglas Nunes, na madrugada deste domingo, 11, fica adiada a decisão do título da Taça Brasil de Clubes de Futsal, que aconteceria neste domingo, às 13h45.

O jogo final entre o Atlântico e a ACBF, de Carlos Barbosa, acontecerá na próxima terça-feira, dia 13, 19h, mantendo-se o local, o Ginásio do CER Atlântico, em Erechim, RS.

Os ingressos adquiridos pelos torcedores de forma antecipada, permanecem valendo da mesma maneira.

Atenciosamente
A direção

Fonte e foto: Gaúcha ZH

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.