Sábado, 24 de Agosto de 2019
Telefone: (54) 3383 3600
Whatsapp: (54) 9 9999-7374
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
20°
8°C
Espumoso/RS
Tempo limpo
Ao Vivo:
Bom Dia Líder

Secretário garante investimento na ERS 142

Secretário garante investimento na ERS 142
21.01.2019 07h36  /  Postado por: Roger Nicolini

Buscando cobrar melhorias do governo do estado na ERS 142, para o dia 7 de fevereiro, está sendo organizada uma manifestação na rodovia que liga Carazinho a Não-Me-Toque. A via tem tráfego intenso, mas sofre com a falta de investimentos, tanto na conservação, quanto na realização de obras estruturais, como por exemplo, a ampliação da largura da via, considerada inadequada se levado em consideração o movimento na ERS.

Uma alternativa para o atendimento desta reivindicação regional poderá ser a efetiva destinação de um recurso de R$ 20 milhões, oriundos do Contrato de Restauração e Manutenção de Rodovias (Crema) anunciados ainda no ano passado, conforme explica o secretário estadual dos Transportes, Juvir Costella, que concedeu entrevista ao Grupo Diário nesta quinta-feira (17).

– Sabemos o quanto essa via é importante, não apenas para a região, mas para todo o Estado. Por isso, estamos cientes do compromisso do governo estadual para com essa rodovia, sobretudo porque nos próximos meses ocorre mais uma grande edição de uma das maiores feiras do Estado, a Expodireto. Por isso, ao menos uma ação para melhorar a trafegabilidade até a feira será realizada, até que as melhorias mais estruturantes sejam iniciadas – destaca Juvir Costella.

Em relação a mobilização que está agendada, Costella questiona o real motivo para a realização do protesto. “Essa manifestação é plenamente democrática e salutar. Agora, a pergunta que nós fizemos é se será uma mobilização política direcionada ou se é na verdade uma cobrança pela manutenção da ERS. Mas, de qualquer maneira, a mobilização não é tão justa, quando nós estamos à frente da pasta há cerca de 15 dias, apenas”, afirma o secretário estadual.

Estudo está analisa situação das ERSs

De acordo com Costella, o governo estadual recebeu lideranças regionais e registrou as demandas de cada localidade. “Estamos tomando conhecimento e ficando a par de tudo que ficou pendente, como as obras que estavam em andamento e aquelas que iniciaram e pararam. Nessa análise, estamos separando as obras que tem recurso previsto, com projeto já definido, daquelas que estão autorizadas, entre outras. Na sequência, vamos definir quando elas serão iniciadas e concluídas, porque não podemos ter uma obra que demore 20 anos para ser finalizada”, frisa Costella.

Nesse sentido, o secretário informa que uma empresa de consultoria está fazendo um processo de estudo de todas as ERSs do Estado. “O objetivo é que tenhamos uma análise efetiva de que estado estão as rodovias estaduais e a capacidade de buscarmos recursos, que hoje o Estado ainda não tem”, detalha, relatando que entre 30 a 40 dias o resultado do estudo deverá ser apresentado. Contudo, Costella afirma que o estado não cogita conceder a ERS 142 à iniciativa privada.

Melhorias não podem acontecer apenas antes da Expodireto

Para o prefeito de Carazinho, Milton Schmitz, a ERS 142 não pode mais “receber melhorias antes de cada Expodireto e depois passar o ano sem nenhuma intervenção”. Schmitz afirma que também irá pressionar pela destinação do valor previsto no Crema para que a via receba obras mais estruturantes.

– Nessa rodovia, sempre foram realizados apenas operações tapa-buracos. Nunca foi feito um investimento significativo como a inclusão de uma terceira pista e acostamentos. Mudanças que se fazem extremamente necessários há anos, ainda mais pelo intenso tráfego de veículos pesados, oriundos dessa ligação entre os dois municípios que contam com grandes empresas, das quais boa parte, ligada a logística do setor agro, como é o caso de Carazinho. Por isso, já estivemos muitas vezes no governo do Estado fazendo essa cobrança. Então, pretendo sentar com o secretário Costella, que é meu amigo pessoal, e cobrar novamente por investimentos na via. Inclusive, ele estará no próximo mês em Carazinho e farei questão de levá-lo até Não-Me-Toque para que ele veja pessoalmente a condição em que está a ERS – afirma o prefeito de Carazinho.

Carazinho poderá municipalizar trecho da via

De acordo com o prefeito Milton Schmitz, o município de Carazinho está com um pedido protocolado no governo do Estado para a municipalização do trecho de cerca de dois quilômetros até o bairro São Sebastião da ERS 142. “Nós estamos propondo uma desoneração para o Estado, porque assumiríamos a responsabilidade da rodovia até o bairro São Sebastião, já que ela começa na convergência com a Avenida São Bento. Esse é outro pedido que temos junto ao secretário e devemos discutir na visita que ele fará a Carazinho nas próximas semanas”, defende Schmitz.

Fonte e foto: Jornal Diário da Manhã/ Carazinho

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.