Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
Telefone: (54) 3383 3600
Whatsapp: (54) 9 9999-7374
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
27°
14°
21°C
Espumoso/RS
Parciamente nublado
Ao Vivo:
Bom Dia Líder

Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia apresentou nova tecnologia para controle de nematóides

Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia apresentou nova tecnologia para controle de nematóides
06.09.2018 07h31  /  Postado por: Roger Nicolini

Durante a Expointer 2018, realizada  entre 25 de agosto e 2 de setembro, a Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, de  Brasília apresentou as últimas novidades em tecnologias sustentáveis e também no campo da biotecnologia animal.

Uma das tecnologias levadas à mostra  se chama composição nematotóxica associada a biofertilizante. Trata-se de uma alternativa no mercado do agronegócio em relação ao controle de fitonematóides. Ela é baseada na associação de um extrato de planta com um biofertilizante. O produto, desenvolvido na parceria entre a Embrapa e a empresa Carbom Brasil, foi testado em bioensaios conduzidos em casa de vegetação e diminuiu em 98% o número de ovos de M. incógnita e Pratylenchus brachyurus. Também teve validação a campo em duas diferentes áreas de cultivo de soja localizadas no Paraná e em Goiás, onde foi verificada a redução da densidade populacional de Meloidogyne incognita. As culturas mais afetadas pelo Nematóide-das-galhas são o algodão, o café, o feijão, o milho, a cana-de-açúcar, entre outros.

A equipe que representa a Unidade na edição da Expointer 2018 também leva aquela feira o dispositivo liberador em forma de pastilha. Esta tecnologia foi criada a partir da união de um fungo entomopatogênico e um feromônio específico de atração de insetos.  Amplamente testada, esta recente novidade teve comprovada a eficácia do composto para o controle da broca do rizoma da bananeira (Cosmopolites sordidus), um pequeno besouro preto de hábitos noturnos cujas larvas abrem galerias no rizoma (raiz) e na parte inferior dos pseudocaules da bananeira, alimentando-se dos seus tecidos. Essa praga tem ocorrência em todas as regiões do Brasil e causa a diminuição de peso e tamanho dos frutos. Em locais infestados, a diminuição da produção pode chegar a 100%.

A tecnologia permite estabelecer uma possível adoção pelo agricultor em casos onde o insumo seja validado a campo. Além disso, o emprego do controle biológico em um dispositivo totalmente biodegradável reduz o uso de insumos químicos, permitindo a manutenção de outros inimigos naturais e a menor contaminação do ambiente e do agricultor.

O professor Thales Rocha fala mais da tecnologia.

A reportagem é de Tiago Trindade.

Fonte e foto: ASCOM EMBRAPA.

 

 

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.